Pilates no tratamento da dor ciática

12
fev 2014

O nervo ciático é o maior do corpo humano. Ele é responsável por controlar as articulações do quadril, joelho e tornozelo, bem como os músculos posteriores da perna e do quadril. A dor provocada nessa terminação nervosa denomina-se ciática ou citalgia.

Leia também:

 

O ciático inicia na região lombar, se ramifica e passa pelas vertebras da coluna lombar e sacral, em seguida passa pelo quadril emergindo na pelve entre os músculos rotadores externos da coxa, desce na região posterior da coxa até os pés.

A dor ciática é causada por maus hábitos rotineiros como passar muitas horas na mesma posição, sedentarismo generalizado, sobrecarga na coluna e nas pernas, estresse, estre outros.

Geralmente, a ciatalgia mais aguda ocorre por uma série de deformidades como bico de papagaios, hérnias de disco, estenose ou até mesmo compressão de vertebras ou compressão dos músculos por onde ele passa.

Uma vez que a pessoa apresente a dor, ela pode ser agravada com a caminhada, corrida, subir e descer escadas, movimentos de rotação externa do quadril, uso de saltos altos ou calçados inadequados para a atividade escolhida, assim como uma pisada errada. Ficar sentado muito tempo com as costas curvadas, quadril comprimido e em rotação lateral da coxa diminuem o fluxo sanguíneo, dificultando a passagem do sangue até a perna causando formigamentos.

Tudo isso acarreta o encurtamento dos músculos rotadores externos e posteriores da coxa e músculos lombares.

Pilates auxilia no tratamento da ciática através do treinamento individualizado, focando no fortalecimento dos músculos profundos do abdômen, responsável por proteger a coluna lombar.

Alongamento dos rotadores externos e posteriores da coxa, glúteos e estabilização da cintura pélvica, com intuito de minimizar a compressão do nervo.

“Pratique Pilates você também! Venha para o Studio Pilates 4U da Vila Mariana e faça uma aula experimental hoje mesmo. (11) 4328-7780″

Fonte: http://htpilates.wordpress.com

SOBRE O AUTOR

Pilates

Leave A Comment